Perguntas Frequentes

  • Bolsa Família: o que é e como funciona?

    O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda com condicionalidades, que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. O Programa integra a Fome Zero que tem como objetivo assegurar o direito humano à alimentação adequada, promovendo a segurança alimentar e nutricional e contribuindo para a conquista da cidadania pela população mais vulnerável à fome.

    O Bolsa Família atende mais de 12 milhões de famílias em todo território nacional. A depender da renda familiar por pessoa (limitada a R$ 140), do número e da idade dos filhos, o valor do benefício recebido pela família pode variar entre R$ 32 a R$ 242. Esses valores são o resultado do reajuste anunciado em 1º de março e vigoram a partir dos benefícios pagos em abril de 2011.

    Diversos estudos apontam para a contribuição do Programa na redução das desigualdades sociais e da pobreza. O 4° Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio aponta queda da pobreza extrema de 12% em 2003 para 4,8% em 2008.

    O Programa possui três eixos principais: transferência de renda, condicionalidades e programas complementares. A transferência de renda promove o alívio imediato da pobreza. As condicionalidades reforçam o acesso a direitos sociais básicos nas áreas de educação, saúde e assistência social. Já os programas complementares objetivam o desenvolvimento dasfamílias, de modo que os beneficiários consigam superar a situação de vulnerabilidade.

    A gestão do Bolsa família é descentralizada e compartilhada por União, estados, Distrito Federal e municípios. Os três entes federados trabalham em conjunto para aperfeiçoar, ampliar e fiscalizar a execução do Programa, instituído pela Lei 10.836/04 e regulamentado pelo Decreto nº 5.209/04. A lista de beneficiários é pública e pode ser acessada por qualquer cidadão.
    Fonte: www.mds.gov.br

    Conheça alguns conteúdos desenvolvidos pelo CPS/FGV sobre o tema:

    Destaques:
    Centro de Políticas Sociais desenha o Cartão Família Carioca | CPS/FGV
    The Economist - Marcelo Neri contribui para caderno especial sobre o Estado, falando do Bolsa Família

    Artigos
    Cartão Família Carioca: o Bolsa Família 2.0
    Bolsa Família 2.0
    Rendas, bolsas e a queda da desigualdade
    Dois anos de política social

    Pesquisas
    Desigualdade e Favelas Cariocas: A Cidade Partida está se Integrando?
    Geografia das Fontes de Renda
    Performance Social das 27 Capitais Brasileiras entre Mandatos de Prefeitos
    Miséria e a Nova Classe Média na Década da Igualdade

  • Qual a faixa de renda familiar das classes?

    CLASSES ECONÔMICAS*     LIMITE INFERIOR     LIMITE SUPERIOR
    Classe E                                          0                             1.254
    Classe D                                       1.255                         2.004
    Classe C                                       2.005                        8.640
    Classe B                                       8.641                         11.261
    Classe A                                      11.262                           - 

    *As classes econômicas são definidas pela renda domiciliar total, calculadas com rendimentos familiares per capita e estão em preços (R$) de janeiro de 2014

  • Panoramas - O que são e como funcionam?

    Panoramas são dispositivos presentes em diversas pesquisas do CPS onde o usuário pode selecionar as tabelas que deseja visualizar simultaneamente, assim como copiá-las e fazer suas próprias análises a partir das mesmas.

    Passo-a-passo geral para uso dos panoramas:

    1. Selecione os filtros desejados na parte superior da página
    2. Marque nas caixas as características que deseja visualizar simultaneamente ou clique em "selecionar todas". Obs.: Selecionando todas as características, a consulta pode ficar mais lenta.
    3. Clique em "gerar tabelas" para a visualização dos dados
    4. Com a(s) tabela(s) gerada(s) clique em "gráfico" para visualizá-lo.
  • Simuladores - O que são e como funcionam?

    Simuladores são dispositivos presentes em diversas pesquisas do CPS onde o usuário pode conferir a probabilidade que ele tem de estar em determinada situação, dependendo do tema que esteja acessando e das características preenchidas no formulário. Além disso, é possível comparar duas simulações modificando as características que desejar.

    Passo a passo geral para uso dos simuladores:

    1. Selecione as características do indivíduo para o qual deseja fazer a simulação
    2. Clique em simular
    3. No gráfico apresentado visualize as probabilidades segundo as características marcadas
    4. No lado direito está a tabela com as características que você selecionou
    5. Para comparar resultados, basta clicar em "voltar" e fazer uma nova seleção de características. Ao clicar em simular novamente o "cenário atual" e o "cenário anterior" aparecerão no gráfico, assim como as características selecionadas estarão na tabela, lado a lado.